• Osprey Brasil

EMBAIXADOR OSPREY - TIARAJU FIALHO

EMBASSADOR

Conheça nosso embaixador Tiaraju Fialho

Tiaraju entrou para o time de embaixadores da Osprey em 2019 e vem testando seus equipamentos no território idolatrado pelos montanhistas brasileiros – a Mantiqueira.



Resumo

Guia e instrutor de escalada e montanhismo com muitos anos de experiência; iniciou suas atividades como montanhista amador em 1980. Em 2017 passou a atuar profissionalmente como guia de trekking e instrutor de escalada e montanhismo, ministrando cursos básicos e de aperfeiçoamento. Foi conselheiro e sócio fundador da Associação de Montanhismo e Proteção da Serra da Mantiqueira.

Abstract

Guide and climbing and mountaineering instructor, with many years of experience; he started his activities as an amateur mountaineer in 1980. In 2017 he started to work professionally as a trekking guide and climbing and mountaineering instructor, teaching basic classes and improvments. He is an advisor and founding partner in Serra da Mantiqueira Mountaineering and Protection Association.

Resumen

Guía y instructor de escalada y montañismo, con muchos años de experiencia; empezó sus actividades como montañero aficionado en 1980. En 2017 comenzó a trabajar profesionalmente como guía de trekking y instructor de escalada y montañismo, enseñando clases básicas y mejoramentos. Es asesor y socio fundador en Serra da Mantiqueira Asociación de Montañismo y Protección.



MINIBIOGRAFIA



Tiaraju Fialho (Curitiba, PR 30/03/1965) é um guia e instrutor de escalada e montanhismo. Conhecido do mercado de aventura inicialmente por ter sido representante comercial de algumas marcas do segmento outdoor no Brasil (2005-2011) dentre as quais a SOLO e a Black Diamond


FORMAÇÃO

Guia de Montanha – Clube Paranaense de Montanhismo (CPM - 1982). Guia de Turismo Regional PR ( SESC-PR - 1988).

Bacharel Ciências Biológicas (PUC-PR - 2000).

Curso de Escalada em Gelo e Trânsito em Glaciar – Cerro Tronador, 2009

Curso Primeiros Socorros e Prevenção de Acidentes e Auto Resgate em Escalada (pela Marumby Montanhismo - 2017)

Curso de Atendimento Pré-Hospitalar – Resgate Básico (40 horas) – Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Set/2019. TRABALHO

Em 2017 começou a atuar profissionalmente como guia de trekking e instrutor de escalada e montanhismo, ministrando cursos básicos e aperfeiçoamentos.

> Instrutor de escalada e montanhismo na Capim Amarelo – Escola de Escalada e Montanhismo > Guia e instrutor da Marumby Montanhismo > Guia de trekking da Grade6 Expedições

> Palestrante


Ao longo desses mais de 40 anos, já escalou e trilhou por muitos lugares principalmente na América do Sul, mas separamos aqui alguns destaques:

BRASIL

Em escalada em rocha, 38 anos após a 1ª ascensão, realizou em 1985 a 2ª ascenção do “Agudo da Cotia” considerada uma das mais inacessíveis montanhas da Serra do Mar paranaense. Em 1988 realizou a primeira ascensão da crista Leste do Pico do Ferraria, inaugurando um estilo de se deslocar na floresta sem abertura de trilhas ou uso de facão. Em 1990 realizou a primeira escalada da parede norte do Agudo da Cotia (400m V D5 – ainda sem repetição). Participou no ano seguinte da 1ª escalada da Face Norte do Pico do Siririca(450m V D5 – sem repetição), e com diferentes parceiros abriu novas vias de escalada e boulders na montanha Escola do Anhangava, no maciço do Pico do Marumbi e na Ilha do Mel. Escalou ainda e especialmente, na cidade do Rio de Janeiro, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ), no Parque Nacional do Itatiaia (MG), no Parque Estadual dos Três Picos (RJ), na região do Monumento Natural da Pedra do Baú (SP), na região de Pancas (Espírito Santo) e nas montanhas do Sul de Minas.

Na Serra da Mantiqueira realizou a única repetição até o presente, da via Sessão Tortura (180m VI A2+ E3) no Pico do Itaguaré, e mantém atividade de abertura de novas vias de escalada na região.

ARGENTINA

Em 1986, em sua primeira experiência nos Andes escalou de forma autônoma o cerro Aconcágua, alcançando a cota dos 6.750 m.

Em 2012 escalou, na companhia de Ronaldo NativO Franzen a Agulha Guillaumet (400m, 45° 7a/BR) no maciço do Monte Fitz Roy

Fez várias viagens à região do Cerro Catedral em Bariloche, onde escalou um grande número de agulhas no setor do refúgio Frey. Em 2019 escalou o Cerro Tronador (3.414m).


BOLÍVIA

Na região do Deserto do Atacama escalou o vulcão Licancabur em 2007.(Bolívia, 5.920m)



FILANTROPIA

Ativo na organização coletiva e gestão em prol das montanhas, foi coordenador do Projeto SOS Anhangava (1995-1998), focado na gestão e proteção daquela montanha. Foi um dos fundadores da Associação de Amigos e Moradores da Serra da Baitaca/PR). Foi membro do Conselho Federal da APA da Mantiqueira (2007-2009) e do Conselho Estadual de Recursos Hídricos do Estado do Paraná. É conselheiro e sócio fundador da Associação de Montanhismo e Proteção da Serra da Mantiqueira (AMPM-2012). Foi ainda autor, em conjunto com Alexandra Andrade, de uma proposta (2006) de criação de um Parque Nacional nas Cristas da Serra da Mantiqueira (Marins-Itaguaré e Serra Fina).

MÍDIAS SOCIAIS/CONTATO

E-mail: tiarajufialho@gmail.com

Facebook: capimamarelo

Instagram: capim_amarelo_montanhismo Pinterest

WhatsApp: 35 999.891.991


ENTREVISTA

OSPREY: Tiaraju, qual a origem do seu nome?

TIARAJU: Sepé Tiaraju foi um guerreiro indígena Guarani que vivei na região dos Sete Povos das Missões no Rio Grande do Sul. Meus pais sempre tiveram apreço pelas tradições gaúchas e pela valorização da cultura local. Quando eu nasci, primeiro filho homem da família, o nome surgiu naturalmente.


OSPREY: Por que escolheu a Osprey para suas expedições?

TIARAJU: São vários os motivos. A qualidade e a tecnologia, aliada ao pouco peso, foram as primeiras razões. Depois pesquisei sobre a marca e descobri a real preocupação da OSPREY com todo o processo produtivo, desde a escolha dos materiais, e especialmente com as questões de sustentabilidade ambiental, muito caras para mim.


OSPREY: Quais destinos costuma guiar? Em quais épocas?

TIARAJU: Atuo especialmente na Serra da Mantiqueira, guiando trilhas e escaladas desde a região da Pedra do Baú até o Parque Nacional do Itatiaia. Fora da Mantiqueira, guio trekkings no Paraná, região do Parque Estadual do Marumbi e também guio escaladas e trekkings, na temporada de verão, na região de Bariloche


OSPREY: Quais cursos ministrados por você?

TIARAJU: Tenho dois formatos bastante procurados: Curso Básico de Escalada e Curso de Iniciação ao Montanhismo. Além desses ofereço cursos de aperfeiçoamento em escalada, com focos em escalada artificial e com proteções móveis, escalada de vias multi-cordada e técnicas de auto-resgate.


OSPREY: Como contrata-lo?

TIARAJU: Pode entrar em contato pelo meu Whatsapp, ou enviar mensagens via Direct no Instagram ou mensagens na minha página do Facebook.



Eu, como cidadão do planeta e montanhista de coração, acredito que devemos respeito à todos os seres vivos e às futuras gerações, e, por tanto, devemos nos impor limites na exploração dos espaços naturais. A sobre-exploração da natureza e a banalização da aventura, tem o potencial de destruir ambos - natureza e aventura -, o que seria profundamente triste e trágico. Está em cada um de nós o poder de decidir, em nossos atos e omissões, o futuro que deixaremos de herança para os que ainda vão nascer.

Tiaraju Fialho.




Mochilas do Tiaraju: Xenith 88, Exos 58


por: Monica Morais

LIGAÇÕES EXTERNAS

https://www.grade6.com.br/guia/tiaraju-de-mesquita-fialho/

https://www.youtube.com/watch?v=ogWjAZFKtR8


72 visualizações1 comentário